Pages

quinta-feira, 12 de julho de 2012

O país que está em saldos...

Sinto-me enganada. Parece que andámos a gastar muito dinheiro demasiado tempo. Senão vejamos, as lojas de roupa estão em saldos de 50% há mais de um mês; os supermercados desdobram-se em descontos  directos,em cartão, em talão, e outros que tal; os restaurantes oferecem uma refeição se consumirmos dez (quem não tem um cartão com carimbos dentro da carteira atire a primeira pedra); as bombas de gasolina fazem promoção ao terceiro fim-de-semana do mês, e acumula com o desconto do supermercado para dar um desconto ainda maior; os cabeleireiros fazem promoções de verão para não perder clientes... quer isto dizer que as respectivas margens de lucro são escandalosas, de outra forma não seria possível estar constantemente a baixar preços. Espero que se a crise passar, talvez um dia lá para 20??, se lembrem que um dia já fizeram super saldos e que a nossa memória não é curta. Não corram todos a aumentar preços, sim? Isto para não falar de licenciaturas em saldo, da contratação de profissionais de saúde em saldos... Parece que o país está quase de borla. Só os nossos ordenados e respectivos subsídios é que não aumentam para podermos comprar este oásis de produtos ao desbarato.
SHARE:

2 comentários

First the shoes... Then, the clotes! disse...

verdade.. n poderia concordar mais contigo!!!!!!!!!!!!! este texto deveria estar numa revista de economia para que certas pessoas (que não conseguem perceber o verdadeiro sentido da coisa) PERCEBAM!!!

Special Post disse...

Concordo

© Feira de Vaidades. All rights reserved.